Caminhos para o crescimento espiritual

Jonas Nascimento

Encontrei uma perspectiva interessante sobre como crescer em Cristo, no livro “Sendo quem Eu quero Ser”, de John Ortberg (publicado pela Editora Vida). Partindo do exemplo de Davi, que não conseguiu ir para a batalha contra Golias com as armas do Rei Saul, Ortberg afirma: “A Bíblia não diz que você é um utensílio de Deus, mas que você é uma obra-prima. Utensílios são produzidos em massa. Obras-primas são manufaturadas. Deus não fez você idêntico a mais ninguém”.

Esta é uma perspectiva bastante interessante para pensar sobre como crescemos como discípulos de Cristo. Cada um tem de se aproximar de Jesus como pessoa única criada por Deus. “Deus nunca produz duas pessoas iguais. Ele é um artesão, não um fabricante de produtos em massa”. Portanto, Deus tem um plano para cada um; Ele deseja realizar algo novo em sua vida. Deus tem um plano para o que Ele deseja para você. E, Ortberg acrescenta: “O crescimento espiritual é fabricado artesanalmente, não produzido em massa. Deus não trabalha com ‘tamanhos únicos’”.

Então, a pergunta é: Qual é o meu caminho? Como eu posso crescer em Cristo? 

Outro autor, Gary Thomas, diz que todos nós temos o que ele chama de “caminhos sagrados” – vias que encontramos naturalmente e que nos ajudam a experimentar a presença de Deus. Por exemplo, eu mesmo encontro com o Senhor mais pelo caminho da leitura de um bom livro. Mas, este meu caminho não é o de minha esposa Cinira. Ela vai pelo caminho do ativismo. Ela pode estar plenamente consciente da presença de Deus ao se envolver até o pescoço na preparação de ambientes como a nossa casa ou o templo e dependências. Outras pessoas se conectam melhor com Deus através da natureza, outros investindo em uma causa, outros servindo a quem precisa, outros quando estão na presença de amigos.

De acordo com Gary Thomas, os ‘caminhos sagrados’ são: Naturalista – encontra Deus na natureza; asceta – é atraído por disciplinas; tradicionalista – ama liturgias históricas; ativista – ganha vida espiritual defendendo uma grande causa; cuidador – encontra Deus ao servir; perceptivo – sente Deus através dos cinco sentidos; entusiasta – adora desenvolver-se por intermédio de pessoas; contemplativo – sente-se atraído à reflexão e à oração solitária; intelectual – ama a Deus pelo aprendizado.

Um bom exercício é conhecer cada caminho. Você encontrará um ou dois que chamam mais a sua atenção. E, ao descobrir com quais se identifica mais, você perceberá também que o seu desejo por eles será mais elevado.

Reafirmando, o seu caminho para o crescimento em Cristo será só seu. 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Você pode usar estas HTML tags e atributos:

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>